Investidor Iniciante: 8 Erros Que Você Não Deve Cometer

Investidor Iniciante: 8 Erros Que Você Não Deve Cometer

Hoje minha conversa é com você investidor iniciante. Vou falar sobre alguns erros frequentemente cometidos por pessoas que estão começando a investir. 

Neste início, é normal que você se sinta temeroso. Provavelmente anda encontrando muitos termos estranhos e desconhecidos. É muito importante que tire um tempo para estudar a fundo os conceitos e as principais características do mercado financeiro.  

Este artigo é um alerta. Veja só quais são os erros que você não deve cometer. 

Investidor iniciante
Não comece a investir de qualquer jeito

1 – Não Saber Qual É O Seu Perfil De Investidor

Esse é um erro clássico do investidor iniciante, não saber qual é o seu perfil de investidor pode te custar caro, literalmente. Não se aventure pelo mercado financeiro antes de compreender quem é você nesse universo novo. 

Ao estudar e conhecer o seu perfil como investidor você saberá exatamente como se comportar diante dos riscos, que tipo de testes fazer, onde alocar seus investimentos e quais produtos são mais adequados para o seu caso. 

Se você procura por investimentos mais seguros e ainda não tem um patrimônio já estruturado, provavelmente os títulos de renda fixa serão a melhor opção. Contudo, se deseja lucrar muito, esses papéis não são a alternativa ideal, já que outros tipos de investimento como as ações da bolsa, por exemplo, embora mais arriscados, aumentam suas chances de lucrar. 

2 – Não Estudar Sobre Investimentos

Geralmente, quando estamos começando a investir, temos a sensação de que é só colocar o dinheiro lá e esperar que o lucro vem. Muitas pessoas começam e param no meio do caminho porque se frustram com os resultados. 

Como todas as coisas na vida, não conquistamos nada sem esforço. Nas aplicações financeiras não é diferente. 

O primeiro passo para ter sucesso em seus investimentos seja lá de quais tipos eles forem, é estudar esse mercado e compreender como ele funciona. Entendendo o seu perfil e conhecendo o mercado ficará muito mais fácil tomar decisões assertivas. 

Se você deseja saber mais sobre aplicações financeiras, recomendo que leia também “O que são aplicações financeiras”. Esse artigo te dará uma boa base como investidor iniciante. 

3 – Confundir Investimento Com Aposta

Confundir investimento com aposta explica porque muitas pessoas não entendem como é importante estudar perfil de investidor e entender o mercado. Para essas pessoas investir é apostar, ou seja, você aposta e se tiver sorte ganha, se não, sai no prejuízo. Investimento não é sorte! 

Não existem aplicações financeiras milagrosas (por mais que exista quem as prometa), seus ganhos irão refletir seu esforço e planejamento, esses resultados irão aparecer gradativamente ao longo do tempo. 

Sendo assim, não conte com a sorte, se apoie em conhecimento e estratégia. Estude muito e seja paciente, pois cada centavo deverá ser conquistado. 

Diversifique seus investimentos
Diversifique seus investimentos

4 – Não Diversificar 

Independente do seu perfil de investidor, diversificar deve ser parte dos seus planos. Nunca, em hipótese alguma, invista tudo o que você tem em uma única aplicação. Mesmo que você opte por investir apenas em renda fixa, diversifique. 

Uma carteira de investimentos sólida e diversa é a sua chance de conquistar segurança sem abrir mão de maiores rentabilidades. 

5 – Esquecer Dos Impostos 

Antes de definir em quais modalidades irá investir, certifique-se sobre os impostos incidentes sobre cada uma delas. Não adianta tentar projetar seu rendimento e não pensar nas alíquotas que podem vir a ser descontadas sobre eles, você pode acabar se decepcionando mais tarde. 

Os principais impostos sobre investimentos são o IOF e o Imposto de Renda

A cobrança do IOF segue a uma tabela regressiva de 96% a 3%, e incide sobre aplicações financeiras com prazo inferior a 30 dias. 

A alíquota do Imposto de Renda varia de acordo com o tipo de aplicação. No caso de investimentos em ações da bolsa, por exemplo, a alíquota é de 15% sobre os lucros obtidos com a valorização dos papéis, e há isenção para vendas abaixo de 20 mil reais por mês e para dividendos. Já para investimentos no CDB ou no tesouro direto, segue-se a tabela regressiva abaixo: 

  • Até 180 dias = alíquota de 22,5%
  • De 181 a 360 dias = alíquota de 20%
  • De 361 a 720 dias = alíquota de 17,5%
  • Acima de 720 dias = alíquota de 15%

Para saber mais sobre os impostos sobre investimentos, clique aqui. Temos um artigo completo sobre esse tema. 

6 – Investir Pensando Apenas No Curto Prazo

Como investidor iniciante, você deve estar ansioso pelos seus primeiros resultados. Mas preciso fazer um alerta, no mercado financeiro, “a pressa é inimiga da perfeição”. 

Não que você não possa obter resultados no curto prazo, pois existem alguns instrumentos financeiros que funcionam no curto prazo, como por exemplo as Opções Binárias onde existem operações com tempo de expiração de até 1 minuto, ou o mercado cambial ou Forex onde existem um tipo de operações (scalping) que também duram em média poucos minutos.

Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%
Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%

Contudo, o mercado pode oscilar e você pode ser surpreendido positiva ou negativamente. Focar apenas no curto prazo é uma estratégia de risco muito elevado. 

Como vimos anteriormente, quanto mais tempo o dinheiro passa aplicado, menores são os impostos incidentes sobre ele. Além disso, com paciência, mesmo que hajam perdas em alguns períodos, você terá a chance de se recuperar e quem sabe até mesmo aumentar os seus ganhos. 

Volto a um conselho já compartilhado, diversifique a sua carteira. Desta forma, você conseguirá investir em modalidades diferentes, construindo rentabilidade a curto, médio e longo prazo, fugindo da imprevisibilidade e protegendo seus recursos. 

Invista com consciência
Invista com consciência

7 – Agir De Maneira Precipitada

É muito comum que um investidor iniciante, ao ser apresentado a um excelente produto, decida começar a investir imediatamente sem pensar muito a respeito do que está fazendo e sem conhecer verdadeiramente quais são as suas opções. 

Gostaríamos de enfatizar a importância do estudo nessa fase inicial. Identifique o seu perfil, dedique tempo para conhecer o mercado, e antes de começar, como investidor iniciante, faça a si mesmo algumas perguntas, como: 

  • Quanto dinheiro tenho?
  • Quais modalidades me interessam? 
  • Por quanto tempo quero deixar esse dinheiro em uma aplicação financeira?
  • Tem alguma possibilidade de eu precisar desse dinheiro no curto prazo?
  • Renda fixa ou renda variável: qual delas combina mais com o meu perfil?
  • Qual risco estou disposto a correr?
  • Quanto de prejuízo estou disposto a levar? 
  • Esta é mesmo a melhor opção para o meu caso?
  • Quanto eu espero ganhar com esse investimento? 

Você deve levar em conta algumas características importantes de cada tipo de aplicação, como risco, prazo, taxa de remuneração e aplicação inicial. Caso vá investir em fundos de investimentos, estude ainda o risco do fundo, sua taxa de administração e o seu histórico.

8 – Esperar Pelo Momento Ideal Para Começar A Investir 

Acabei de te orientar a não tomar decisões precipitadas, mas ser paciente não é sinônimo de indecisão. O momento perfeito para investir pode nunca chegar, e deixar o seu dinheiro parado na poupança sem dúvidas não é a melhor decisão a se tomar. 

Esperar pode tirar de você excelentes oportunidades. Conheça seu perfil, estude o mercado e escolha algumas opções de investimento que atendam as suas características e necessidade. Defina objetivos e comece. 

Tudo bem sentir um frio na barriga, verificar o aplicativo do celular de hora em hora e sofrer com cada centavo perdido. Com o tempo você começará a ver resultados e ficará menos ansioso em relação a eles. 

Investidor Iniciante: Conclusão

Hoje em dia, seja pelas variadas oportunidades de investimento, cujo acesso ficou muito facilitado pela internet e pelo desenvolvimento de aplicativos para celular, ou seja pelo acesso a toda esta informação que não existia há uns anos atrás, todo o mundo tem interesse em encontrar formas de poder aumentar os ganhos mensais.

Seja para um pequeno extra mensal, seja para ir de férias, ou até como uma alternativa a médio prazo como trabalho a tempo inteiro, cada vez mais pessoas buscam por investimentos.

Mas a quantidade de informação existente acaba por confundir o investido iniciante que acaba comentendo erros que não só o fazem perder dinheiro, como acreditar nas imensas possibilidade de ganhar dinheiro investindo.

Agora que você já sabe exatamente o que não fazer, ficou mais fácil saber por onde começar. Continue seus estudos de investidor iniciante lendo sobre “5 passos para quem quer investir na bolsa de valores na crise do Coronavírus”.

xtb coronavirus banner pt

Se gostou do artigo: Investidor Iniciante: 8 Erros Que Você Não Deve Cometer não dei de ler outros conteúdos e de partilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar Chat
Iniciar Chat
Este mercado, sendo simples, não é fácil. Deixe seu EMAIL para acesso a Sinais e Curso.
Scroll to Top