O Que São Aplicações Financeiras

O Que São Aplicações Financeiras

Entenda de uma vez por todas o que são aplicações financeiras e descubra por onde começar seus investimentos. Você precisa investir consciente desde o começo e isso é muito mais do que simplesmente sair da poupança e aplicar o seu dinheiro. 

O primeiro passo é entender o que são as aplicações financeiras e como funciona cada uma delas. Esse aprendizado exige tempo e dedicação, até porque, você provavelmente faz questão de fazer a escolha certa e sair ganhando no final. 

Calma, não quero te desanimar a começar. Você sabia que em 2019 a poupança rendeu menos que a inflação? Não dá mais para esperar. 

Reunimos aqui o básico para você que está começando agora. Este artigo é o seu primeiro direcionamento, e a partir dele te guiaremos para outros textos de níveis mais avançados caso você se interesse por algum tipo específico de aplicação.

Aplicações financeiras
Aprenda a aplicar o seu dinheiro

O Que É Aplicação Financeira?

Uma aplicação financeira é de forma simples, emprestar o seu dinheiro a uma instituição financeira, para receber em troca deste empréstimo uma remuneração, ou seja, juros. 

Tecnicamente falando, você compra um ativo ou título oferecido por uma instituição com o objetivo de receber mais tarde não só o que aplicou, mas os rendimentos de seus recursos. 

Nem sempre este tão esperado retorno pode ser tido como 100% seguro. Em alguns tipos de aplicações financeiras você correrá o risco de não atingir o resultado esperado, mas também de ganhar ainda mais do que pretendia. 

Este risco varia de acordo com a modalidade de investimento escolhida e é possível reduzi-lo a quase zero se você estiver temoroso. Contudo, desta forma, você pode estar também limitando o seu lucro. 

Vamos entender isso melhor? 

xtb brasil

Tipos De Aplicações Financeiras

Você já sabe o que são aplicações financeiras, agora precisa entender melhor como elas funcionam. Na prática, elas são bem diferentes umas das outras e você pode escolher e combinar várias se quiser. Tais variações incluem tipo de rendimento, vencimento, liquidez, etc. 

Optamos aqui por dividi-las em dois grandes grupos como é de costume: as de renda fixa e as de renda variável. 

Renda Fixa

As aplicações de renda fixa oferecem como vantagem segurança e previsibilidade. Você já começa a investir sabendo quanto terá no final e escolhendo por quanto tempo deseja deixar o seu dinheiro aplicado. Ela se divide ainda nos seguintes tipos: 

Títulos Do Tesouro

Títulos do tesouro ou tesouro direto é um investimento financeiro criado pelo próprio governo federal. Na prática, você empresta dinheiro para o governo financiar suas atividades e recebe juros mais o montante principal no final do prazo da sua aplicação. 

CDB – Certificado de Depósito Bancário

Neste caso, o empréstimo seria feito para uma instituição bancária. Acredite, existem muitas boas opções de CDB, bancos digitais como NuBank e o Banco Inter, por exemplo, oferecem aplicações que rendem 100% do CDI (mais que a poupança) e permitem que você tire o seu dinheiro quando quiser. 

LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito do Agronegócio)

O que muda nos diferentes tipos de título é basicamente por quem são emitidos. O LCI e o LCA são aplicações no ramo de imóveis e agropecuária, respectivamente. 

CRI (Certificados de Recebíveis Imobiliários) e CRA (Certificados de Recebíveis Agronegócio)

Embora mais complexos que os papéis descritos anteriormente, os CRIs e o CRA são interessantíssimos. Este tipo de aplicação financeira funciona por meio de securitização. Você compra o direito sobre a dívida de um credor pagando o valor devido e recebe não só o que investiu, mas os juros em cima do valor. 

Para saber mais sobre investimentos em renda fixa, leia também “O que é renda fixa e como funciona”

Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%
Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%

Renda Variável 

Entendendo o que é renda fixa fica fácil deduzir como funcionam as aplicações financeiras em renda variável. Escolhendo por títulos deste tipo você não conseguirá prever exatamente quanto irá receber no final, havendo risco de sair perdendo ou mesmo de ganhar muito mais do que esperava. Veja a seguir algumas opções de investimento em renda variável. 

Ações 

Comprar uma ação é adquirir uma parcela de uma empresa, como investidor você conquista o direito de participar de resultados de um determinado negócio. Seus ganhos partem tanto da valorização das cotas detidas quanto dos lucros pagos, em especial dividendos (lucro líquido distribuído), ao longo do tempo. 

Fundos de investimento

Os fundos de investimento são gerenciados por profissionais da área e possuem como finalidade a captação de recursos de investidores que serão posteriormente aplicados em ações, títulos e outros tipos de investimentos financeiros. Cabe aos especialistas analisar e julgar o momento oportuno para investir em prol de obter mais lucro. 

FIIs (fundos imobiliários)

O FIIs são aplicações financeiras interessantíssimas e muito rentáveis. Você, como investidor, participa de rendimentos oriundos de compra, venda e aluguel de imóveis. A participação nesses fundos é negociada na bolsa de valores.

Se você tem interesse em investir em aplicações financeiras variáveis, recomendamos que continue seus estudos lendo sobre a bolsa de valores. Temos um artigo completo sobre o tema, clique aqui para saber mais. 

Investimentos em rendas variáveis
Investimentos variáveis embora mais arriscados aumentam suas chances de lucrar

Como Começar A Investir

Não basta saber o que são aplicações financeiras para começar a investir. O início é sem dúvida um grande desafio, sugerimos que faça a você mesmo perguntas como: 

  • Quanto dinheiro tenho?
  • Por quanto tempo quero deixar esse dinheiro em uma aplicação financeira?
  • Tem alguma possibilidade de eu precisar desse dinheiro no curto prazo?
  • Qual risco estou disposto a correr?
  • Quanto de prejuízo estou disposto a levar? 

Responda com bastante cautela, pois questões como essas podem apontar exatamente a direção a ser tomada. Ninguém melhor que você para definir o que fazer com o seu dinheiro.

Tendo em mente as respostas das perguntas anteriores, chegou a hora de comparar as opções de aplicações financeiras para descobrir qual delas atende a seu perfil. 

Principais Características Das Aplicações Financeiras 

São essas as principais características que diferenciam um tipo de investimento de outro e devem ser analisadas para escolha ideal: 

Risco

Estamos falando em risco de levar prejuízo, este risco pode ser muito baixo, como é o caso de algumas das aplicações em renda fixa, baixo, médio, alto ou muito alto, neste outro extremo estão opções mais arriscadas na bolsa de valores, por exemplo. 

Prazo

Se você pode precisar retirar o seu dinheiro a curto prazo, deve ficar ainda mais atento ao prazo. Prazo diz respeito ao tempo mínimo ou máximo que seu dinheiro deverá ser aplicado. 

Taxa De Remuneração

Taxa de remuneração nada mais é do que os juros recebidos pelo seu investimento. Cada título possui uma forma diferente de calcular rentabilidade.

Aplicação Inicial

Existem alguns tipos de aplicações financeiras que exigem um valor mínimo inicial, pequenos investidores podem ter suas opções limitadas por causa disso.

Aplicações financeiras na prática
Estude e entenda o seu perfil como investidor antes de começar

Diversifique Seus Investimentos

Você não deve investir tudo o que tem em apenas um tipo de aplicação. A diversificação é sempre a melhor opção, especialmente para você que deseja aliar rentabilidade a segurança. 

Neste sentido, recomendo que mescle opções de características diferentes. Por exemplo, invista uma parcela do seu dinheiro em títulos de prazos curtos, médios e longos, com liquidez diária ou não. 

Você pode ainda deixar uma quantia em renda fixa e distribuir o restante investindo em ações de diversas empresas. 

Sem dúvidas, essa é a melhor alternativa para lidar com a imprevisibilidade. Diversificando sua carteira você diminui os riscos de ter seu patrimônio completamente atrelado ao sucesso de apenas uma instituição. 

Comece com calma, investindo primeiro em conhecimento. Recomendo que faça um tour pelo meu blog e leia também outros artigos sobre o tema, você encontrará conteúdos ricos que farão uma grande diferença em sua jornada como investidor. Já vou deixar mais uma sugestão: Quais as Regras de Ouro para investir?

Se gostou do artigo: O que são Aplicações Financeiras, não deixe de partilhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar Chat
Iniciar Chat
Este mercado, sendo simples, não é fácil. Deixe seu EMAIL para acesso a Sinais e Curso.
Scroll to Top