Alta Do Dólar: Entenda As Causas E Onde Investir

Alta Do Dólar: Entenda As Causas E Onde Investir

O último recorde alcançado no dia 13 de maio de 2020 assustou muita gente. Pela primeira vez desde a criação do Plano Real, o valor do dólar comercial fechou em históricos R$ 5,90. 

O brasileiro médio, acostumado a nos últimos anos ver a alta do dólar como algo sempre negativo, se questiona o que isso quer dizer para o futuro. Enquanto isso, investidores individuais buscam por oportunidades melhores no curto prazo, visto que a recuperação da bolsa parece ainda mais distante.

Nos jornais, informações são jogadas para lá e pra cá sem que a maioria entenda o que significam e o clima é de confusão. Tudo isso se deve principalmente a dificuldade de entender o maior mercado do mundo, o mercado cambial.

inúmeras notas de dólar de altos valores
Dólar: Por que essas notas verdes valem tanto?

Para tanta incerteza assim só existe um remédio, informações de qualidade. Por isso nesse artigo vou te explicar com clareza alguns princípios fundamentais do mercado cambial para juntos entendermos a alta do dólar, como ela afeta os investimentos e traz oportunidades novas.

Antes disso, pelo bem da veracidade das informações, vale ressaltar que o recorde do dia 13 de maio foi nominal, ou seja, sem considerar a inflação nos EUA e no Brasil. Levando em conta os devidos ajustes, o pico no valor do dólar frente ao real ocorreu em 22 de outubro de 2002, com o dólar custando R$ 3,952, o que atualizando, ultrapassaria 7 reais.

Entendendo a Alta do Dólar

Durante um período que durou do fim da Segunda Guerra Mundial até 1970 entender o “preço” do dólar em outras moedas era fácil. O valor de um dólar era sempre equivalente a uma quantia fixa em ouro. Porém, em 1971, esse sistema foi completamente abandonado, dando início ao que chamamos de câmbio flutuante.

Apesar do nome difícil, o princípio por trás do sistema de câmbio flutuante que “define” o valor das moedas da maioria dos países hoje é simples de entender. O preço de uma moeda em relação a outra, a taxa de câmbio, passou a não sofrer controle algum, e variar simplesmente conforme a oferta e procura por uma moeda no mercado.

Como eu disse, o princípio é simples, se existem poucas pessoas interessadas em vender dólares por reais, e muitas pessoas interessadas em comprar dólares por reais, o valor do dólar em real sobe. Releia o paragrafo e tenho certeza que você vai entender melhor.

O que torna o mercado cambial complexo e difícil de prever, é o fato de que mais de 5 trilhões de dólares são negociados diariamente para lá e pra cá em incontáveis operações. 

Bancos centrais, países, empresas, indivíduos, participam desse mercado sempre que querem trocar uma moeda por outra. Com isso em mente te explicaremos a forma mais simples de entender a alta do dólar, não somente essa última, mas qualquer alta.

A relação de oferta e procura tendeu para o lado do dólar. Muitas entidades (empresas, indivíduos, bancos) estão trocando seus reais por dólares (procura aumentando), poucos estão buscando trocar dólares por reais (oferta diminuindo).

Agora nos resta entender quais fatores no mundo todo estão fazendo com que isso que explicamos acima aconteça.

gráfico de alta do dólar junto a barra de ouro.
Na foto, dois dos ativos mais sólidos do mundo.

Causas Para a Alta do Dólar Atual (Recorde do dia 13 de Maio de 2020)

Tenho certeza que com a explicação mais fundamentada que dei acima, você já visualizou em sua mente alguns dos fatores que estão fazendo com que a busca por dólares aumente em detrimento do Real.

Para reforçar a compreensão e fazer uma aplicação prática, vou listar algumas das principais causas para essa alta histórica do dólar.

Crise Global

A pandemia do COVID-19 e a necessidade de isolamento social está trazendo impactos negativos na economia mundial, freiando seu crescimento, e trazendo medo aos investidores.

Esse medo, é especialmente maior em relação a países em desenvolvimento, que tem uma economia menos sólida, cuja reação a uma crise como essa é imprevisível.

Nesse cenário muitos investidores optam por trazer seu dinheiro para uma economia mais sólida, e consequentemente para uma moeda mais sólida. Com esse propósito, os Estados Unidos da América e o Dólar são quase sempre os escolhidos.

Esse movimento para o dólar, que já seria natural numa pandemia como essa, é amplificado por fatores internos como os que discutiremos abaixo.

Crise Interna

Justamente no dia do recorde de alta do dólar, o governo anunciou uma expectativa pior para o desempenho da economia e passou a ver um encolhimento no PIB de 4,7% esse ano. Uma perspectiva mais alinhada com a do Mercado que já vinha prevendo retrações maiores da economia brasileira de até 7,7% (Previsão do Bank of America).

O Brasil foi beneficiado com mais tempo para se preparar para a chegada do COVID-19 e a necessidade do isolamento social. No entanto, infelizmente, o tempo extra não foi suficiente, e não impediu que fatores internos potencializassem a crise.  

Incertezas Políticas

Em meio a tudo que está acontecendo no mundo, o governo do Presidente Jair Bolsonaro, que já vinha sendo criticado pela forma que está lidando com a crise, vem sofrendo fortes impactos como as sucessivas trocas na liderança do Ministério da Saúde, e a saída de Sérgio Moro do Ministério da Justiça. Essa última foi também estopim para o início de investigações sobre o próprio presidente devido às declarações do ex-ministro.

O mercado reage fortemente a cada nova notícia, e aguarda ansiosamente por decisões como a do Procurador Geral da República, que deve optar por apresentar ou não acusações formais contra o presidente, e do STF sobre a divulgação do vídeo de uma reunião que, de acordo com Moro, provaria suas declarações.

Em meio a tanta incerteza no Brasil, não é difícil entender porque os investidores estão optando por retirar investimentos daqui, pelo menos até que tudo se estabilize. 

Eixo Newsletter

O artigo Alta do Dólar foi produzido em parceria com a EIXO.
Eixo é uma newsletter que faz a ponte entre o Rio de Janeiro e São Paulo, com o que existe de comum entre as metrópoles. Fique por dentro, assine a Newsletter: CLIQUE AQUI.

Onde e Como Investir Com o Dólar em Alta

Você provavelmente já notou ao longo de todo artigo que o comportamento dos investidores afeta o valor do dólar, mas também deve ter notado, que o efeito contrário também é verdade. A alta do dólar, afeta, e muito, o comportamento dos investidores.

É natural que alguns investimentos percam e outros ganhem valor com o dólar em alta, e isso afeta diretamente àqueles que estão buscando por ganhos no curto e no médio prazo.

Aqui falaremos como as principais modalidades de investimento são afetadas pela alta do dólar, e como é possível ter ganhos no curto e médio prazo, mesmo nesse cenário.

Bolsa de Valores

Na bolsa de valores, diversos ativos financeiros são negociados, em especial, ações de empresas. Aqui há de se entender que todas as empresas serão afetadas pelo clima negativo do mercado, mas nem todas as empresas serão afetadas diretamente pela alta do dólar.

De forma bem simplista o impacto direto da alta do dólar nas empresas pode ser colocado de 2 formas.

Inicialmente podemos dizer que as empresas que focam em exportação serão afetadas positivamente, e que as que focam em importação serão afetadas negativamente. 

Além disso, de forma mais abrangente é possível afirmar que as empresas que tem custos em dólar e lucro em real serão prejudicadas, e que as que tem custo em real, e lucro em dólar serão beneficiadas.

Isso quer dizer que alguns setores terão maiores lucros com o dólar em alta como os frigoríficos, empresas de celulose e de mineração.

Empresas com mais lucro terão um resultado melhor, pagando melhores dividendos a seus acionistas. Isso fará com que o valor de ações dessas empresas aumente. Contudo, devido ao pessimismo do mercado, isso pode não acontecer no curto prazo

Fundos Cambiais

Existem fundos de investimento brasileiros que colocam até 80% do patrimônio em contratos de dólar e outros ativos relacionados à moeda norte-americana, como o ouro.

Fundos como esses são um bom refúgio em momentos de insegurança como o atual. Contudo, não espere ótimos retornos em um cenário diferente.

ETFs

Os ETFs são fundos que investem em índices de ações de bolsas estrangeiras. 

Da mesma forma que é possível investir no índice Ibovespa no Brasil, é possível investir no índice S&P 500, por exemplo, composto pelas 500 maiores empresas da bolsa de Nova Yorc. 

Através de ETFs, é possível investir em índices estrangeiros na bolsa brasileira. Com a alta do dólar, esses fundos têm apresentado resultados positivos em reais, mesmo quando estão em baixa em sua moeda original.

Mercado Cambial

Em momentos de alta do dólar uma forma óbvia de investimento lucrativo é comprar dólares. Para se ter ideia, no dia da alta histórica do dólar (13 de maio), a moeda americana acumulava 47,06% de valorização.

Brasileiros que compraram 1000 reais em dólar no começo do ano, lucraram em cerca 4 meses quase 500 reais.

Contudo, se seus gastos são todos em reais, segurar dólares por tanto tempo assim pode ser da mesma forma muito perigoso. Existe uma forma mais interessante de lucrar no mercado cambial, que independe da moeda estar em alta ou em baixa.

Como opero nesse mercado com sucesso desde 2012, quero dedicar a última parte desse artigo a compartilhar o que sei com você que tem perfil de investidor de alto-risco alto-retorno e deseja lucrar mesmo com o dólar em alta.

investidor ganhando dinheiro com alta do dólar
Que tal investir de seu computador no mercado cambial?

Como Investir no Mercado Cambial: Forex

É bem provável que você já tenha ouvido o termo Forex antes, e bem possivelmente associado a esquemas de piramide, é uma pena.

Não se assuste, Forex é uma abreviação em Inglês para Foreign Exchange Market, algo como mercado cambial estrangeiro, e é nada mais nada menos do que o mesmo mercado cambial que descrevemos desde o começo do artigo, aonde empresas, bancos, e indivíduos trocam moedas por outras moedas.

Diferentemente de outros tipos de aplicações, Forex não tem uma regulação definida pela Comissão de Valores Mobiliários, órgão que controla o mercado de investimentos no Brasil – mas obedece regras globais válidas para CFDs, Opções Binárias e outros produtos.

Qualquer pessoa que compra uma moeda, com o objetivo de vendê-la mais tarde por um valor maior, está investindo em Forex, e não há nada de errado, nem de espetacular disso.

Contudo, existe sim, uma outra forma de investir em Forex capaz de gerar lucros espetaculares se aproveitando da extrema volatilidade desse mercado, usada por mim e milhares de outros investidores com perfil de alto-risco alto-retorno.

Com milhões de operações acontecendo durante todo o dia, o valor das moedas no mercado cambial está sempre mudando. Mesmo em poucos segundos o valor do dólar em real, por exemplo, muda alguns décimos de centavo (milésimos de real).

Realizando operações alavancadas, é possível lucrar muito com as mais mínimas variações. Se você já ouviu falar em day trade, a dinâmica é parecida e na prática funciona assim:

Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%
Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%

Digamos que você tenha depositado 1000 reais na conta de uma corretora para investir em Forex. Essa corretora te permite investir 100 mil reais limitando a sua possibilidade de perda ao que você tem depositado. Vamos mais devagar. 

Como em micro-operações o que importa são as pequenas variações, você não precisa ter 100 mil reais para investir essa quantia de dinheiro. Nesse exemplo usamos uma taxa de alavancagens de 1:100, que é a mais comum nos investimentos em Forex, mas outras taxas de alavancagem maiores e menores existem.

Ainda no nosso exemplo, se 100 mil reais em dólares foram comprados com o dólar a R$ 5,602, se a quantia comprada em dólar for vendida 5 minutos depois com o dólar a R$ 5,672, essa operação rendeu 1200 reais de lucro. É importante notar que ela poderia da mesma forma ter gerado 1000 reais de prejuízo.

É esse potencial de lucro, somado a conveniência de poder programar na plataforma da corretora, em qual valor da moeda você gostaria de vender e recolher os lucros, e em qual você gostaria de parar seus prejuízos, que faz investir em Forex ser tão interessante.

Outra coisa importante de mencionar é que estamos falando sobre o real e dólar para simplificar os exemplos, mas é possível realizar investimentos com qualquer par de moedas no mercado cambial.

Ficou interessado nessa modalidade de investimentos? Tenho aqui no blog um guia completo com muitas informações sobre Forex, o maior mercado do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar Chat
Iniciar Chat
Este mercado, sendo simples, não é fácil. Deixe seu EMAIL para acesso a Sinais e Curso.
Scroll to Top