Dark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e Ganhar

Dark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e Ganhar

Dark Country é um jogo de cartas colecionáveis grátis que corre no Blockchain. Promete atrair tanto os adeptos de jogos de cartas por turnos, como os investidores de NFTs.

dark country capa
Dark Country

Jogos que correm no blockchain e com economias tokenizaveis têm aparecido com alguma frequência nos últimos meses. Já criamos um guia completo para um destes videogames que continua a ter muito sucesso, que é o Alien Worlds.

A razão para estes videogames atraírem tanto os jogadores como investidores, é o potencial de crescimento dos ativos NFTs. A maioria são jogadores que têm algum prazer com o videogame, mas aproveitam para retirar alguma renda extra. Por isso se é o seu caso, venha daí!

O que é o Dark Country?

Hoje falamos do Dark Country, jogo de cartas colecionáveis, ao estilo de Magic: The Gathering ou Pokémon, mas com um ambiente muito próprio que mistura o mundo nativo-americano do velho-Oeste com traços góticos e espíritas. O jogo pode ser baixado grátis para o seu computador e há planos para ser lançada a versão mobile no futuro. Sendo um jogo de cartas, é um jogo muito “leve” que qualquer computador roda. No entanto, devo dizer que o aspeto gráfico e sonoro é uma surpresa pela positiva, transmitindo uma sensação muito agradável e totalmente de acordo como tema de fantasia. Para um projeto que está ainda em fase alfa, é um videogame já muito sólido.

O jogo é multi blockchain, e as que já correm o jogo são o FLOW e o WAX. São dois blokchains robustos e muito preparados para este tipo de projetos que relacionam videogames e NFTs.

Como Começar a Jogar o Dark Country?

Para começar a jogar pode baixar o game indo à página oficial e clicando em download game. Terá de criar sua conta.

Depois dentro do jogo cria o seu deck (baralho) de cartas, escolhendo até 40 cartas de todas as disponíveis. Quando estiver seu baralho criado, pode clicar em “play” e o jogo irá buscar um adversário para você enfrentar num duelo mano-a-mano. O que jogar melhor suas cartas e ficar vivo no final, ganha!

batalha
batalha

Recordo que ainda está em fase alfa, por isso poderá haver momentos do dia onde demora a achar um adversário para lutar. Se quiser lutar com um amigo seu, que também já tenha conta criada, se ambos apertarem “play” ao mesmo tempo, a probabilidade de se enfrentarem é muito elevada.

À data em que este artigo foi escrito o jogo estava em fase aberta para se jogar, onde todo o mundo pode baixar, criar seu baralho e jogar/treinar sem limite.

No entanto, no futuro, o que irá acontecer é que terá de comprar suas cartas para jogar, tal como seria com qualquer jogo de cartas colecionáveis. Mas não se preocupe, o custo destas cartas é bastante reduzido, apenas alguns centavos. Pelo menos por agora…

Todas as cartas são NFTs, que poderá comprar e vender. Já existem imensos tipos de cartas que poderá explorar à venda no mercado Atomic Hub.

mercado
mercado Atomic Hub

Mecânica do Jogo

A mecânica do jogo é bastante complexa e para se ser um bom jogador nas batalhas jogador Vs jogador será exigido alguns conhecimentos de matemática, informo já. A batalha entre jogadores é feita por turnos, uma vez joga você, outra vez o seu oponente, e assim vai.

Não vamos cobrir todos os conceitos, pois isso é o equivalente a uma enciclopédia, mas se tiver dúvidas poderá consultar este guia completo de como criar uma mão no Dark Country.

Mana

Um dos conceitos-chave é o mana nas batalhas do Dark Country. Mana é a sua energia em cada mão disponível em cada turno. Você vai gastar mana para lançar feitiços ou invocar criaturas ou usar qualquer item da sua mão. Quanto mais poderosa a carta, mais mana irá necessitar de ter para jogar aquela carta.

No início de cada ronda, 1 mana é adicionado à sua mana total e você tem toda a sua mana disponível. A mana não usada não acumula, ou seja, se numa ronda você não gastar 2 mana, eles vão desaparecer, não acumulando. Uma dica importante é usar sempre sua mana total em todas as rondas. Por exemplo, se tiver seis mana para jogar, provavelmente é melhor jogar duas cartas de três mana em vez de uma única carta de cinco mana e deixar uma mana sem ser gasta.

Por isso quando constrói seu baralho é uma boa ideia criar algo homogéneo e reunir vários tipos de cartas, não esquecendo aqueles que, embora sejam fracos, requerem pouco mana. Se seu baralho for composto por apenas cartas fortes que requerem 5/6/7 de mana você vai estar as primeiras rondas sem conseguir jogar nenhuma carta, sacou?

mana
mana

Detalhe do mana disponível, na imagem identificado como 9/9.

Tempo

O tempo que aqui falamos vem do inglês (“tempo”) está relacionado com o tempo do seu relógio. O tempo pode ser descrito como a velocidade a que se pode jogar cartas que ameaçam o adversário. Importa maximizar essa capacidade com a utilização eficiente de ‘recursos temporários’. Se o jogador 1 estiver a maximizar todos os recursos temporários em cada jogada e o jogador 2 estiver usando apenas metade, a grande probabilidade é que o jogador 1 irá vencer. Veja estes recursos temporários como: “usá-los ou perdê-los”.

O tempo entra logo em ação quando você está construindo seu baralho. Se não conseguir jogar nenhuma carta até ao turno 3, são dois turnos em que deixou seu adversário trabalhar para a condição de vencedor.

Essas primeiras jogadas vão meter em marcha o seu plano de jogo e afetar claramente o desenrolar do fluxo na metade e na final do jogo.

Assista aqui a uma partida para ter uma ideia de quão divertido pode ser Dark Country.

Se você já se sente confiante, aproveite e entre nos torneios diários que acontecem duas vezes ao dia, às 5 da manhã e às 5 da tarde, horário UTC que é Tempo Universal Coordenado. Veja a que horas é na sua zona e participe das batalhas! Pode até ganhar prémios se for o melhor!

Que cartas posso escolher?

O mundo Dark Country mistura velho-oeste com zumbis, cowboys e espíritos do além, e existem 5 fações que pode escolher:

Ancestral Guard – Um misto de indígenas mortos vivos

Resolute Rangers – um grupo de cowboys, com médicos e advogados à mistura

Cunning Crusaders – Uma aliança de criminosos oportunistas

Destructive Horde – como o nome indica, uma horda demoníaca com criaturas não mortas.

Neutral – Esta mistura de nativos, animais e bestas, outrora viveram em harmonia durante séculos, mas começam a ficar divididos.

fazer mao
O menu de criação de um baralho de 40 cartas disponíveis.

No formato atual do Dark Country, onde ele é totalmente grátis, você pode criar um baralho de cartas com uma dessas fações, mas pode (e deve) incluir cartas de outras para tornar seu deck de cartas o mais robusto e equilibrado possível.

Descrição das Cartas

Importa falar brevemente das cartas que são suas ‘armas’ em batalhas sangrentas, onde joga contra outro jogador, mas apenas um sai vivo.

De forma genérica, existem 3 tipos de cartas: Creature, Spell e Item.

Abaixo você tem uma de género Creature, que vamos usar como exemplo para explicar todos os elementos que as cartas podem ter. Tenha atenção que nem todas as cartas têm todos estes elementos, Spell e Item têm menos.

Carta
Carta Creature

1 – Em creature type, vão existir 4 tipos:

  • Beast
  • Ghost
  • Native
  • Undead

Nota: apenas as cartas do género Creature têm elemento creature.

2 – Individual Mark: indicada a restrição da presença de mais do que uma dessas cartas no baralho. Principalmente cartas míticas vão ter tais marcas.

3 – Card Name: o nome da carta, no exemplo acima, “Sombra Lucia”.

4 – Cost: é o “custo” da carta, em mana. Quanto mana você precisa de ter para usar esta carta.

5 – Race: Das 5 raças que o jogo tem, e que já falamos acima, a qual delas esta carta pertence.

A imagem abaixo recorda as 5 raças existentes.

raças
raças

6 – Text Box: em carta Spell, este elemento indica o efeito que ocorre quando a carta é jogada. Em cartas Creature e Item, explica quais a possibilidades ou habilidades da carta.

7 – Attack: poder de ataque. Só uma carta tipo Creature terá este elemento, indicando quanto dano ela dá.

8 – Health: é a vida ou saúde. Só uma carta tipo Creature terá este elemento, indicando quanto de vida ainda tem, antes de ser destruído.

9 – Card rarity: raridade da carta, apresentado pelo símbolo. Em Dark Country as cartas podem ter uma de cinco raridades: Common, Rare, Epic, Legendary and Mythical.

raridade das cartas
raridade das cartas

Habilidades das Cartas: h3

No campo 6, Text Box, indicamos que as cartas têm habilidades. Abaixo encontra uma lista de algumas das habilidades mais interessantes que algumas cartas têm:

– Fortify: se esta carta for jogada, o seu adversário terá de a atacar antes de atacar outras cartas sem fortity.

– Oneshot: qualquer creatura atingida com o Oneshot é destruída.

– Root: criaturas que sofram um root deixam de conseguir atacar.

– Guardian: ele absorve o primeiro ataque à criatura, após o qual é destruída.

– Deploy: quando joga a carta que tenha Deploy, os efeitos são acionados

– Last Word: quando uma criatura que tenha Last Word morre, o seu efeito bónus é acionado.

– Call: invoca uma criatura.

Estrutura do Universo em Dark Country

O universo Dark Country, como o conhecemos hoje, consiste em 3 camadas principais:

1 – O mapa mundo:

É onde os continentes estão disponíveis, em que cada continente é um blockchain diferente. Atualmente estão presentes duas blockchains – FLOW e WAX – , por isso há atualmente 2 continentes. Mas há planos para a inclusão de mais blockchains. A cada novo blockchain que irá ser incluído no futuro, um novo continente irá surgir.

2 – Continentes:

Dentro de cada continente, terá a rede de terras mapeadas com coordenadas.

Sendo que o jogo Dark Country é muilti-blockchain, cada continente terá a dimensão de 100×100.

4000 parcelas de terreno individual de um total de 10000 vão estar disponíveis para aquisição, e o resto será usado para diversas outras atividades especiais do jogo.

mapa mundo
mapa mundo do Dark Country

3 – Parcelas de terreno individuais:

É uma destas parcelas de terreno que pode ser sua! O jogo, a partir daqui, sai da esfera das batalhas por turnos, onde você luta contra outro, e evolve para algo muito maior! Estes terrenos são os que pertencem ao jogador, que ficará conhecido como Senhorio. Dentro de cada continente, você poderá ter um pedaço de terreno, definido por uma coordenada.
De forma geral, importa referir que, quanto mais centrado a parcela for, melhor!

Quanto mais ao centro do continente estiver, mais recursos terá acesso. Mais sobre isso nas linhas abaixo.

Raridade das Terras e a sua Influência

As parcelas de terra dentro de cada continente dão acesso ao Senhorio às zonas de aventura e geram Shadow Dimes (que é a moeda dentro do jogo, mais sobre isto abaixo).

Cada pedaço de terra individual permite que se construa e se modernize uma série de edifícios. Esses edifícios permitem que se melhorem as capacidades de jogo dos jogadores e dos seus heróis para a sua exploração e aquisição de Shadow Dimes.

Sem referir que os lotes de terreno são eles próprios cartas NFTs numeradas e com valor no mercado que podem ser vendidas ou trocadas nos seus mercados. Há uma óbvia inclinação para que estas cartas valorizem imenso no mercado, principalmente as mais próximas do centro, como a imagem abaixo explica.

raridade das terras
raridade das terras

No centro de cada Continente encontra-se a zona Dark Portal, que é o ponto com as coordenadas [0;0]. Esse ponto é a fonte principal da moeda do jogo, os Shadow Dimes, e a zona onde vão existir diversas aventuras e onde se pode obter diversos outros recursos.

Diariamente a zona Dark Portal gera uma certa quantia de Shadow Dimes e outros recursos que vão ser distribuídos pelos Senhorios conforme a sua localização do lote. Daí ser importante ter o seu terreno o mais central possível.

Estas terras são um dos pontos principais deste jogo, e sem dúvida dos que mais vão influenciar o decorrer da sua estratégia. Os lotes por certo vão ser os NFTs com maior valor (quer de mercado, quer de importância e mais valia), mas também onde os jogadores vão poder se tornar mais criativos.

As parcelas de terra no Dark Country são muito mais do que apenas um ativo NFT. Ao moldar e construir em cima dessa terra o Senhorio está a criar um pequeno universo dentro um universo muito maior. São muito mais do que apenas um lote para explorar, é um ativo, uma chave, um lugar para viver, jogar e crescer como jogador.

E isto porque ser Senhorio de um (ou vários) lote de terra significa que você terá várias formas de obter lucros dentro do universo Dark Country. Alguns são um rendimento ativo, outros são um rendimento passivo:

  • ter uma quota-parte de Shadow Dimes gerado
  • receber taxas por diversas atividades
  • arrendar seu lote, recebendo uma renda
  • emprestar cartas
  • ganhar NFTs extra

Dentro das possíveis construções que pode ter no seu lote e, com isso ganhar mais, terá a hipótese de construir:

  • Um mercado: lugar onde se pode comprar e vender itens, onde o proprietário recebe uma comissão
  • Ferreiro – Lugar para fabricar armas
  • Costureiro – Local para confeção de vestuário
  • Taberna – hospedagem de visitantes
  • Laboratório de alquimia – para elaborar de poções
  • Biblioteca – arte obscura dos pergaminhos mágicos
  • Posto avançado – um lugar onde pode emprestar cartas

Aventuras e explorações também vão estar disponíveis e as terras são o ponto de partida:

  • completar missões
  • enveredar por aventuras diversas
  • eliminar monstros que defendem portais
cidade
Exemplo de cidade do Dark Country

Economia do Jogo

Sendo um jogo com uma economia integrada, isto é algo vital para a duração de um projeto desta dimensão. No final, é esta economia que é a principal razão para você estar lendo este artigo, não é mesmo?

A moeda que já falamos, a Shadow Dimes (SDM) é a moeda in-game e é o ‘sangue’ que alimenta todo o universo Dark Country. Essa moeda é utilizável e transferível dentro do jogo, pode ser minerada nas terras e é usada para:

  • compra de Cartas e Heróis, melhorias e arrendamento
  • construções e melhorias nos edifícios
  • Aventuras e Missões
  • Staking e votações

Se nunca ouviu falar em staking, preste atenção que este termo aparece muito no mundo da criptomoeda e jogos no blockchain. Fazer staking é o ato de manter criptomoedas ou tokens bloqueadas em uma rede para receber recompensas. No caso de Dark Country, você coloca de lado X valor de Shadow Dimes, e terá recompensas por isso.

Depois que as terras estejam integradas no universo Dark Country, toda a mecânica das cartas vai também entrar em jogo. Os criadores do jogo estão a dar o nome de experiência Play2Earn (jogar para ganhar) para os Senhorios e Jogadores. Na imagem abaixo têm o esquema da gestão do token Shadow Dimes.

play2earn
Esquema play2earn

Para os Senhorios:

A ideia principal é tornar seu lote de terra o mais atrativo possível, para que tenha o maior número de visitantes/usuários. Isto pode ser feito através da criação de eventos diversos, variadas construções, melhorias nos edifícios, etc. Tudo que faça seus visitantes virem, ficarem e voltarem.

Para os Jogadores:

Da perspetiva do jogador, o ponto de partida é um lote de terra (pode ser o seu, o de outro jogador) e um baralho de cartas com o mínimo de 5 cartas Dark Country. Estas já serão as tais cartas compradas por você, tal como mencionei no início do artigo.

Isto é o mínimo, sendo que o mais provável para se participar em alguns dos formatos que explico abaixo, é que você tenha um baralho com mais cartas e/ou um herói.

Heróis são um NFT diferente de uma carta. Você joga uma carta durante uma partida contra um jogador. Mas os heróis são personagens com estatísticas variadas que você necessita para embarcar em missões e aventuras.

Depois da dinâmica das terras, veja algumas das várias missões que poderá participar:

  • Batalhas PvP (versus outro jogador):

As batalhas agora terão lugar em um lote de terra, onde tanto os Jogadores como Senhorios terão sua parte de lucros em Shadow Dimes.

  • Expedições:

Todos os fins-de-semana os Senhorios de Dark Country podem abrir o Portal para o centro do mapa dentro das suas terras pagando Shadow Dimes. A expedição tem 25 níveis e uma dificuldade crescente.

  • Missões:

Missões passivas em modelo PvE (jogador versus o ‘computador’) também estão disponíveis. Com seus heróis e seu baralho criado, pode enviá-los para missões e obter recursos ou Shadow Dimes. Ao concluir, parte do lucro irá para o Senhorio da terra em forma de comissão.

O número das missões disponíveis depende do edifício da taberna instalado naquele lote e as durações dependem do nível da raridade do herói. As recompensas vão surgindo ao longo da missão e não apenas no término dela e também dependem da dificuldade da missão.

Próximos passos de Dark Country e Como Será o Futuro?

Quando algo está em fase alfa, significa que tem ainda um longo caminho pela frente, mas neste caso é bom sinal, pois Dark Country já é bem legal e tem um futuro promissor. Na imagem abaixo pode ver o roadmap parcial, que mostra os próximos passos que vão acontecer no desenvolvimento deste Dark Country.

roadmap parcial
roadmap parcial de Dark Country

Até Junho 2021:

Previsto um update massivo, onde o Dark Country terá uma versão 3D.

Até Setembro de 2021:

A dinâmica das terras entra em ação com a mineração de Shadow Dimes.

Novos modos de jogo e várias atividades que envolvem ranking de jogadores, níveis, recompensas diárias para atividades e mercado dentro do jogo para os jogadores, sejam mais ativos ou passivos.

Até final de 2021:

Modo de campanha associada à aventura e evolução do seu personagem/herói.

Início de 2022:

Lançamento em pleno com a integração absoluta de todas as cartas e lotes de terreno.

Em jeito de conclusão, pode ver que o futuro do Dark Country é promissor e muito interessante. Experimente já o jogo, baixando aqui e tenho a certeza que vai ficar entusiasmado desde já com tudo o que ele já oferece.

Quanto aquilo que Dark Country pretende alcançar, é praticamente inimaginável! Um grande mundo digital vai ser criado! Podemos estar no início de algo muito bom, quer seja você um jogador ou investidor com a ‘febre’ dos NFT’s.

Aproveite e apanhe já o comboio que só agora vai começar a arrancar, rumo a uma fantasia épica.

Se gostou do nosso guia completo de Dark Country, pode me pagar um cafezinho em WAX, enviando-o para a minha carteira: dr2ra.wam

Outros Artigos que Poderá Gostar de Ler:

Dark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e GanharDark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e GanharDark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e GanharDark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e GanharDark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e GanharDark Country: Um Mundo Fantástico para Colecionar e Ganhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll to Top