6 Conselhos para quem está em casa de Quarentena

Eu trabalho em casa desde 2012 pelo que sou licenciado em viver todo o dia dentro casa.

Claro que esta situação é bem diferente, pois agora estamos obrigado a estar praticamente sempre em casa por causa da Quarentena motivada pela Pandemia do Coronavirus / COVID-19.

Mas bom, vou partilhar alguns conselhos que me parecem ser úteis e algumas situações que tive de adaptar e mudar quando deixei de ter o meu trabalho normal e as minhas rotinas que 90% da população mundial tem, para passar a estar quase 100% do tempo em casa.

6 Conselhos para quem está em Casa
6 Conselhos para quem está em Casa

1 – Organização do tempo

Quando em 2012 deixei o meu emprego para começar a iniciar a minha vida ligada ao Trading e á criação dos meus Blogs e Sites, a primeira dificuldade que tive de enfretar é a forma como gerimos o nosso tempo.

A princípio achamos que estar em casa do ponto de vista de organização de tempo e da quantidade de tempo útil para trabalhar é melhor, mas isso só é verdade com uma grande organização do tempo.

Quando fazemos contas, pensamos que entre o preparar para ir para o emprego, e a ida e a vinda do emprego, ganhamos logo umas 2 horas úteis por dia.

Na teoria isso é verdade, mas na prática acontece o seguinte:

  • Começamos a acordar bem mais tarde
  • Levamos imenso tempo para nos prepararmos e para tomar o pequeno almoço
  • Depois ainda vamos ver o Facebook, as Notícias, o Desporto, etc, etc
  • Quando damos por nós é meio dia.
  • Há que começar a preparar o almoço, até porque estamos em casa, certo?

Na verdade, eu comecei a aperceber-me que começava a trabalhar ás 14h00 / 15h00 da tarde, e claro, para compensar, trabalhava até tarde.

Só que isso é um ciclo vicioso, pois cada semana ia acordando mais tarde, e tinha de compesar trabalhando até mais tarde, e assim sucessivamente.

Quando comecei ia para a cama á meia noite e acordava perto da 10h00.

Quando dei por mim já ia para a cama ás 4h00 e acordava ao 12h00.

Isso tem várias implicações:

  • A/O companheiro/a começa a pressionar, pois ou bem que dás assistência, ou alguém tem de dar. E não é ás 4h00 que elas normalmente têm muita vontade.
  • A nível mental não estás bem, pois deitar sempre super tarde e acordar tarde não é bom para o nosso relógio biológico.
  • Sentes-te muito mais cansado, pois fazer grande parte do teu sono durante do dia em que há barulho, trânsito, etc, não dormes da mesma forma.

Por isso o meu conselho é:

Tenham uma boa gestão do vosso tempo de forma a poderem manter os ritmos de acordar e deitar, além dos dias serem mais produtivos vai ter implicações positivas na vossa moral (algo muito importante nos tempos que correm e nos tempos futuros).

2 – Disciplina

Este item é transversal a todos os outros que irei falar neste artigo.

Se não tivermos disciplina, iremos estar a adoptar hábitos muitos maus.

Além do dormir tarde e acordar tarde como falei acima, há outros hábitos que irei falar a seguir.

O fundamental com a disciplina é estabelecer um plano de atividades, de coisas que quer e que deve fazer.

E fazer tudo o que puder para manter.

É importante não passar o dia todo só a ver TV, ou só a Jogar Playstation ou o que seja.

Tem tempo para fazer várias atividades, logo não se feche no quarto o dia todo a fazer a mesma coisa.

Não fique em casa de pijama o dia todo.

Faça-o ao fim de semana, tudo bem, mas não durante 7 dias por semana.

Não deixe de tomar duche (sim, eu sei que vão dizer que tomam todos os dias) diariamente.

Não deixe de ter os seus cuidados de beleza.

Mesmo não podendo ir à manicure, cabeleireiro, barbeiro ou esteticista, tente fazer algumas coisas por si para se sentir bem (cuidado para não inventar em demasiado e ficar sem cabelo ou sem unhas ou algo assim).

Mas acima de tudo, tente ser uma pessoa disciplinada para não abusar de nada, especialmente do que faz mal.

Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%
Opções Binárias na IQ Option com rentabilidades até 100%

3 – Alimentação

Eu sempre fui magro, tenho 1,78 e até 2012 pesava cerca de 68-70 Kg.

É verdade que tinha um emprego onde andava um pouco, não estava sentado o dia todo.

Quando passei a ficar em casa, acontecem duas coisas.

1º – Começas a deixar de ter uma vida ativa, em especial se o tempo emprego te obriga a algum tipo de exercício.

2º – Tens a cozinha muito perto e a toda a hora.

As duas coisas juntas fizeram-me engordar até aos 84 kg em pouco tempo.

Por isso, é importante manter uma alimentação equilibrada, até porque estando em casa temos mais tempo para cozinhar comida saudável.

Não faz sentido ser ao contrário.

A primeira regra começa no momento de fazer compras.

Se não comprares porcarias não comes porcarias.

Se comprares porcarias, vais comê-las todas, e muito mais rápido do que pensas.

E cada vez vais comprar mais porcarias e comer mais rápido todas estas porcarias.

E só vais-te aperceber assim que não entrares dentro das calças.

Por isso antes que tenhas de recuperar 15 kg como eu:

  • Come várias vezes ao dia
  • Não comas porcarias todos os dias (guarda para o fim de semana por exemplo)
  • Não comas muito á noite, em especial á ceia, até porque irás deitar-te seguramente mais tarde que antes e vai dar aquela fomeca antes de deitar.
  • Come muita fruta, por ser rica em vitaminas (laranja e clementina) e magnésio (banana) são super importantes para o estado de saúde e mental.

4 – Desporto

Este item tem alguma ligação com o anterior.

Depois de eu ter chegado aos 84 kg, achei que tinha de fazer algo.

Estávamos em 2013 e achei que a continuar assim o próximo passo seria ir aos 100 kg e que aí já não voltava para trás.

Por isso tomei a decisão de começar a ir todos os dias ao mini-mercado, talho, padaria a pé ou de bicicleta.

Esta atividade diária ajudou a parar a engorda.

Comecei a recuperar um pouco e sobretudo a ganhar gosto pelo exercício fisico.

Hoje faço ginásio 6 vezes por semana (quando não são 7).

Claro que nesta fase não posso ir ao ginásio.

Mas irei fazer em casa.

Seja qual for a atividade que você queira fazer, dentro de casa, no quintal ou uma saída rápida (enquanto for possível) ás redondezas ou ao parque mais próximo, faça alguma coisa.

Se possível todos os dias guarde nem que seja 30 minutos para alguma atividade fisica.

Vai ser fundamental para a sua saúde fisica, mas também mental.

5 – Mental

Estar em casa a trabalhar como eu estou há 8 anos, não é a mesma coisa de estar em casa agora, nesta fase que o mundo atravessa. É muito, mas muito mais complicado. Porque temos medo por nós, pela nossa saúde. Pelos nossos amigos e família. Mas porque também não sabemos bem ainda, qual a gravidade que isso pode vir a ter. Nem tão pouco sabemos quando isso irá terminar. E começamos a ter dúvida que quando terminar o mundo continue a ser igual. Que as empresas onde trabalhamos ainda existam, que os nossos empregos ainda existam. É complicado de gerir isso? É muito complicado mesmo. Quem disser o contrário ou mente, ou então desculpa, mas ou és anormal ou ainda não caíste na realidade! Por isso a parte emocional é muito, mas muito importante. Não nos podemos deixar ir abaixo.

Ficam algumas dicas para melhorar a parte emocional:

  • E importante estar informado? Sim, é. Mas não fique o dia todo a ver as notícias de quantas mortes há a cada minuto ou quantos mais infetados há.
  • Siga apenas as notícias oficiais e esqueça o resto, as Fakenews que apenas trazem mais preocupação.
  • Faça algo que goste todos os dias.
  • O exercício que falei acima é importante para a parte mental.
  • Faça sexo ( se tiver com quem, se não tiver com quem – acho que não tenho de explicar ). Está provado que o orgasmo produz diferentes hormonas e neurotransmissores, entre eles a dopamina que está ligada a sentimentos de prazer e motivação.
  • Ingira alimentos que ajudam á parte emocional. Existem imensa informação online sobre este tema.
  • Aproveite e retome contato com amigos e família. Lembre-se que muitos deles provavelmente também estão em quarentena e uma palavra amiga e apoio é sempre bem vindo.

6 – Diversão

Divirta-se, é muito importante nesta fase de medo e inquetação. Ria, veja filmes de comédia, leia livros de anedotas. Procure um passatempo. E acima de tudo, tenha cuidado e proteja-se!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top